1ª Caravana no Campo mobiliza comunidade do assentamento Timboré

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em14/11/2019

MUDANÇAS DE HÁBITOS, VÍCIOS E SAÚDE: Hipnose Clínica: atendimento em Andradina (SP).

A Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Governo de Andradina em parceria com FEA (Fundação Educacional de Andradina) realizou no último fim de semana a 1ª Caravana no Campo nas dependências da escola “Educador Paulo Freire” no assentamento Timboré.

Sob a coordenação do novo secretário da pasta, o engenheiro agrônomo, William Thiago Costa dos Santos, equipe e o coordenador do curso de Agronomia, o Prof. Dr. Leandro Barradas, professores e estudantes levaram conhecimento com novas informações as famílias assentadas.

“Desenvolvemos este evento observando a oportunidade de acrescentar esse serviço a população do campo. O Governo Municipal tem um olhar e cuidado especial com essas famílias”, comentou Willian ao anunciar que estenderá a caravana aos assentamentos Arizona e Belo Monte no próximo ano.

Os alunos dos cursos de Medicina Veterinária exemplificaram o papel da profissão na extensão rural com orientações técnicas sobre bovinocultura de leite e doenças do rebanho.

O curso de Agronomia realizou a distribuição de sementes crioulas, elaboração e doação de caixas de iscas de abelhas sem ferrão, orientações sobre manejo e conservação do solo e tirou todas as dúvidas dos agricultores familiares sobre seus sistemas de produção.

A Educação Física levou entretenimento e recreação ficando responsáveis em realizar atividades com os filhos dos agricultores e familiares, enquanto os pais eram atendidos pela equipe técnica da FEA.

Já a turma de Enfermagem proporcionou aos assentados testes de glicemia e aferição de pressão e o Serviço Social levou informações sobre os direitos do cidadão.

Para o professor Leandro a ação social promovida em parceria com o Governo Municipal é de suma importância. “Informação de qualidade gera crescimento e fortalecimento da agricultura familiar promovendo desenvolvimento social, econômico e sustentável das comunidades rurais”, destacou.

Compartilhar:

Veja Mais