Governo de Andradina faz avaliação do rendimento escolar no ensino fundamental

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em23/09/2015

Alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental participaram do Sarema (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar Municipal de Andradina) do Governo de Andradina . Foto: Divulgação/Prefeitura

MUDANÇAS DE HÁBITOS, VÍCIOS E SAÚDE: Hipnose Clínica: atendimento em Andradina (SP).

O Governo de Andradina através da Secretaria Municipal de Educação (SME) realizou nesta terça-feira (22) o Sarema (Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar Municipal de Andradina) com todas as turmas no ensino fundamental do município.

O Sarema é realizado semestralmente e a prova desta terça-feira teve o objetivo de avaliar o nível de produção escrita dos alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Ao todo participaram da avaliação 2,6 mil alunos das 10 escolas da rede municipal, sendo 7 da zona urbana e 3 da zona rural.

A coordenadora do ensino fundamental da SME, Lucilene Novaes, que organizou as provas, destacou que o exame serviu para avaliar as competências escritoras dos alunos com base em textos propostos pelo Programa Ler e Escrever da Secretaria de Estado da Educação. 

“Este Sarema teve como principal objetivo o acompanhamento pelo Governo de Andradina da aprendizagem dos alunos do ensino fundamental com relação à produção de textos e também a preparação para avaliações estaduais e nacionais”, destacou a coordenadora.

A coordenadora explica que os dados serão avaliados e servirão de bases para o trabalho que vem sendo realizado pelo Governo de Andradina no setor educacional. “A prova também orienta para o trabalho de formação continuada das coordenadoras das escolas em toda rede municipal”, explicou Lucilene.

A coordenadora geral da SME, Regiane Moreira Sobral, explica que com os resultados o Governo de Andradina tem base para consolidar e rever ações, promover o redirecionamento correto do trabalho e incentivar uma atuação de forma positiva em toda rede, que incluem todos os colaboradores e professores.

 “A perspectiva é que nós possamos concretizar as ações que vem melhorando a cada ano a qualidade do ensino na rede municipal, com reflexos em sala de aula para os alunos e com professores cada vez mais engajados. É um processo que tem sido desenvolvido com o acompanhamento de formações, discussões internas e diversas outras ações”, finaliza a coordenadora. 

Compartilhar:

Veja Mais