MEI e desempregados terão auxílio de R$ 1.000

Yahoo! Notícias, em08/12/2021
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Cidadãos que estejam desempregados, sejam trabalhadores informais, ou atuem na categoria de MEI (microempreendedor individual) podem se associar ao programa Bolsa do Povo, que garante um auxílio de mil reais.

O programa é uma iniciativa do governo estadual de São Paulo. Estima-se que a ajuda irá beneficiar cerca de 100 mil cidadãos do estado com o auxílio, além de oferecer um curso de capacitação através do Sebrae.

De acordo com o governo, terão prioridade na hora de adesão: mulheres, pretos, pardos e indígenas, famílias de baixa renda, jovens entre 18 e 35 anos e pessoas com deficiência (PcD).

Como participar

Para participar é necessário ser residente do estado de SP, ter mais de 18 anos, ser alfabetizado e estar em uma das três categorias de empregos já citadas (informal, desempregado ou MEI).

O programa funciona em três eixos, o primeiro é a bolsa de mil reais, dividida em duas parcelas de R$ 500.

O segundo eixo se dá através de cursos de empreendedorismo do Sebrae, que ensinarão fundamentos de negócios. A carga horária média do curso é de 20 horas e pode ser realizado online ou presencialmente,

O terceiro são orientações acerca da formalização da situação através do cadastro MEI, que dá aos informais acesso a benefícios como aposentadoria, salário-maternidade e auxílio-doença.

Para receber a primeira parcela, o candidato deve ter concluído o curso e se formalizado MEI.

Para se inscrever na Bolsa do Povo, é necessário se cadastrar no site do Bolsa do Povo Empreendedor até o dia 3 de janeiro de 2022. Os selecionados serão divulgados até o dia 15 de janeiro, através de e-mail ou SMS.

Compartilhar:
Facebook Tweet

Veja Mais