Clima e redução na área plantada resultam em queda da cana em SP

Da redação, em25/11/2021
Foto de Kindel Media no Pexels

Foto de Kindel Media no Pexels

Condições climáticas e retração da área em produção resultam na queda de 18,9% no volume total de cana-de-açúcar a ser obtida no estado nesta safra, em comparação ao ciclo passado. As informações são do 3° Boletim da Safra de Cana-de-Açúcar 2021/22, publicado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).  As informações são do portal Clima Tempo. 

Ao todo, espera-se uma produção de 287,4 milhões de toneladas. A safra paulista está em fase final, concluindo as operações de colheita e moagem das lavouras. Observa-se uma redução no rendimento médio da cultura, causada principalmente pela irregularidade climática registrada durante o desenvolvimento das plantas: índices pluviométricos abaixo do esperado, oscilações na distribuição das chuvas e incidências de geadas.

Tendência do clima

Após uma semana sem chuva forte, a umidade do solo diminui em Mato Grosso do Sul, centro e oeste de São Paulo e noroeste do Paraná. A precipitação até retornará a partir desta quinta-feira (25/11) ao centro e sul do Brasil, mas terá distribuição irregular com acumulado abaixo dos 10mm em algumas áreas de Mato Grosso do Sul e pouco mais de 50mm no nordeste do Paraná, leste de São Paulo, Triângulo Mineiro e sudeste de Goiás, de acordo com a simulação COSMO-INMET (acumulado para sete dias).

Na primeira semana de dezembro, a chuva mais intensa acontecerá sobre o centro e norte do país e alcançará as áreas produtoras de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.

Redução da área plantada

A área plantada ficou em 4,2 milhões de hectares, uma redução de 5,4% em relação ao ciclo anterior, principalmente em razão da substituição de áreas anteriormente plantadas com cana-de-açúcar por cultivos anuais de graníferas, como soja e milho.

Compartilhar:
Facebook Tweet

Veja Mais