Caixa autoriza saque de 22,8 bilhões do PIS/Pasep; saiba quem recebe

Da redação, em20/09/2021
Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Trabalhadores que exerceram funções com carteira assinada entre os anos de 1971 e 1988, seja em empresas privadas ou de iniciativa pública, podem ter valores a receber referentes às cotas do PIS/Pasep. As informações são do portal capitalist.com.br.

A Caixa Econômica Federal comunicou que cerca de R$ 22,8 bilhões estão parados e aguardando os saques pelos trabalhadores de direito. Lembrando que só quem trabalhou entre os anos de 1971 e 1988 podem ter algum dinheiro não resgatado.

É válido destacar que as cotas do PIS/Pasep são diferentes do abono salarial tradicional, pago anualmente aos trabalhadores formais que recebem em média até dois salário mínimo e fazem parte do programa há pelo menos cinco anos. As cotas do benefício só podem ser sacadas uma única vez.

Quem não resgatar os valores pendentes até maio de 2025 perderá de vez a chance de resgatar o saldo. Isso porque, a partir desta data, os recursos serão enviados aos cofres da União, onde permanecerão de forma definitiva.

Como sacar as cotas do PIS/Pasep?

Existem algumas formas de sacar as cotas do PIS/Pasep. A primeira delas é utilizando o Cartão Cidadão e senha em qualquer terminal de autoatendimento da Caixa, casas lotéricas ou Correspondente Caixa Aqui. Entretanto, neste caso, o limite de saque é de até R$ 3 mil.

Outra opção é indo até a agência Caixa mais próxima munido de um documento original de identificação com foto. Em caso de falecimento do titular do benefício, herdeiros (filhos e cônjuges) também pode realizar o saque. Porém, para isso, é necessário comprovar vínculo com o trabalhador falecido, bem como sua certidão de óbito.

 

Compartilhar:
Facebook Tweet

Veja Mais