Itau é condenado a pagar indenização por fila em Andradina

Da redação, em25/03/2021
Sora Shimazaki no Pexels

Sora Shimazaki no Pexels

Ganhe R$ 450 em cápsulas de café na compra da sua máquina Nespresso

Uma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, em segunda instância, condenou o Itaú Unibanco a pagar para à cidade de Andradina (SP) uma indenização de mais de R$ 70 mil, por demora em atendimento, segundo destaca o portal UOL.

O banco já havia também perdido em primeira instância. A decisão foi tomada porque uma agência do município deixou um cliente esperando por mais de uma hora para receber atendimento, o que é considerado ilegal segundo uma Lei Municipal.

O cliente e a própria Prefeitura de Andradina moveram a ação conjuntamente, alegando que a agência teria descumprido a legislação que determina o prazo máximo para espera em atendimento em bancos no município é de 15 minutos em dias normais e de até 30 minutos em dias de pagamento do funcionalismo público e do comércio.

Ao UOL Itaú Unibanco enviou a seguinte nota. "O Itaú Unibanco reafirma seu compromisso em oferecer o melhor atendimento aos clientes, fazendo ajustes quando necessário e sempre cumprindo leis e normas vigentes, inclusive aquelas que regulamentam o tempo de atendimento nas agências bancárias. O banco esclarece, ainda, que se manifestará oportunamente sobre este caso dentro do respectivo processo judicial."

Compartilhar:
Facebook Tweet

Veja Mais