Os pedágios aceitam cartão de débito e crédito como forma de pagamento da tarifa? Tire suas dúvidas

Da redação, em14/03/2021
Marcos Santos/Jornal da USP

Marcos Santos/Jornal da USP

Reportagem do AutoEsporte mostra que em decisão emergencial, a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que são órgãos reguladores das rodovias, passaram a permitir o pagamento da tarifa com cartões que tenham a tecnologia de aproximação NFC (Near Field Communication), independente se for de débito ou crédito.

Não há necessidade de digitar a senha ou inserir cartões. O objetivo foi justamente diminuir o contato entre cobradores e motoristas durante a pandemia.

Vale ressaltar que nenhuma empresa sob concessão é obrigada a disponibilizar pagamento com cartões de débito ou crédito nos guichês. A própria concessionária decide se terá o sistema ou não.

É aconselhável procurar qual empresa tem concessão sobre a rodovia que irá passar e acessar o site, pois há um campo específico sobre formas de pagamento da tarifa para aqueles trechos.

Quem aceita?

As praças de pedágio em São Paulo das concessionárias Ecovias, responsável pelo sistema Anchieta-Imigrantes, e Ecopistas, que opera no corredor Ayrton Senna-Carvalho Pinto, já aceitam cartões de crédito e débito desde maio do ano passado.

O sistema foi implantado nas 11 praças de pedágios dessas quatro rodovias, sendo sete da Ecovias e quatro da Ecopistas.

O tempo entre parar o carro ao lado da cabine, encostar o cartão por aproximação na máquina e pegar o comprovante é até mais rápido que o pagamento com dinheiro.

CCR ainda não aceita

Em busca de resposta, a Autoesporte entrou em contato com a CCR, que é a maior empresa privada na administração de rodovias no Brasil e possui um total de 3.265 km nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

"O Grupo CCR conta com dois sistemas de pagamento de pedágio em suas rodovias. Há o sistema automático por meio do uso de etiquetas eletrônicas instaladas nos veículos dos clientes e há o atendimento pessoal para a cobrança manual de cada veículo. Atualmente, o uso de meios de pagamento eletrônico, como cartões de débito e crédito, não é disponibilizado" disse a empresa.

Projeto de Lei

Os cartões devem ser incluídos como forma de pagamento em todos os pedágios de rodovias federais  é o que prevê o Projeto de Lei (PL) 4.643/2020, que altera a Lei 8.987, de 1995, que dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos. A PL está em fase de tramitação e portanto, somente com a aprovação do Senado que os motoristas terão essa possibilidade de forma de pagamento da tarifa.

Compartilhar:
Facebook Tweet

Veja Mais