Com Andradina na Fase Amarela, músicos pedem retomada gradativa de das atividades de música ao vivo e eventos

Da redação com Assessoria de Imprensa, em22/02/2021
Reuniãoo Músicos Andradina / Divulgação

Reuniãoo Músicos Andradina / Divulgação

Ganhe R$ 450 em cápsulas de café na compra da sua máquina Nespresso

O governo do Estado manteve Andradina/SP na etapa amarela do Plano São Paulo de combate ao Coronavírus. Com isso, a cidade dentro da região de Araçatuba, segue um momento considerado estável. "Estamos em um momento de inflexão. Tivemos uma melhora muito significativa nas últimas semanas. E, agora, o que nós vemos é que duas regiões continuaram a melhorar bastante e tivemos uma piora em duas regiões também. A região de Barretos e a região de Presidente Prudente tiveram uma piora na ocupação de leitos", afirmou a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patricia Ellen da Silva, em entrevista coletiva na sexta-feira (19) no Palácio dos Bandeirantes, a sede do governo paulista.



“Ainda é muito importante a colaboração da população", disse o Secretário de Governo, Assuntos Parlamentares e Institucionais, Ernesto Júnior. O secretário participou de uma reunião com o músico e vereador Hugo Zamboni, que contou com a presença de outros músicos, djs, artistas da noite e simpatizantes da causa.

O objetivo principal da reunião foi apresentar uma lista de diretrizes sugeridas pelo grupo para a retomada gradativa e responsável das atividades de música ao vivo e eventos em Andradina/SP.

“Em Andradina as medidas de restrições, políticas de saúde pública e de distanciamento para o setor já completam 1 (um) ano de sua implementação e os profissionais desde então estão sem trabalhar e sem ao menos perspectiva de retomada”, manifestou Zamboni em suas redes sociais depois do encontro.

Zamboni afirmou que o grupo o procurou em seu gabinete para expor a situação extrema que a categoria se encontra no momento. A grande tônica da reunião foi a de que as atividades de eventos e música ao vivo se tornaram sinônimo de aglomeração aos olhos da opinião pública pela ausência de políticas e regulamentações eficientes bem como a fiscalização contundente no combate às aglomerações e de que algo precisa ser feito pois proibir as atividades, enquanto muitas outras estão liberadas, não tem produzido o resultado esperado”, disse o vereador.

Zamboni protocolou um ofício ao prefeito Dr. Mário Celso solicitando observância de algumas diretrizes para fixação de autorizações e normas futuras, além do pedido de revogação da proibição da música ao vivo a considerar.

Em nome do Governo de Andradina, o secretário se comprometeu a levar as diretrizes para discussão interna e sinalizou a expectativa de publicação de ato normativo que vá ao encontro da proposta já no começo do próximo mês.

As principais diretrizes apontadas pelo grupo, que estão separar as categorias e dar tratamento diferenciado aos “grandes eventos; eventos sociais e bares e restaurantes, exigir autorização prévia do serviço de fiscalização municipal, permitir controle de acesso e cobrança de entrada, estabelecer protocolo padrão para acesso e lista de rastreabilidade e responsabilizar objetivamente os realizadores dos eventos por eventuais descumprimentos dos referidos atos normativos.

Compartilhar:
Facebook Tweet

Veja Mais