Mário Celso recebe voluntários da Casa Rosa

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em12/02/2021

Promoção: Maquinha SumUp com frete grátis e 5% de desconto!

O vereador Luzimar Rodrigues (PSB), mais conhecido como “Professor Luzimar”, teve uma audiência com o prefeito de Andradina, Mário Celso Lopes para apresentar as pessoas envolvidas com o projeto Casa Rosa em Andradina. Estiveram presentes a reunião Sueli Botelho (Assistente Social), Célia Quintilhiano (professora), Cátia Valéria (professora coordenadora da escola Leonor Salomão), Daliana Tozzi (jornalista), Mônica da Silva Severiano, Ivanilda de Moraes Severiano (advogada) e o vice-prefeito de Andradina, Dr Paulo Assis.



“O nosso projeto da Casa Rosa se dedica a atender mulheres em situação de vulnerabilidade, seja social ou em situação de violência doméstica. Agradecemos a acolhida do prefeito ao projeto, que apoiou de imediato a causa e tenho certeza de que Andradina ganhará com isso”, disse Luzimar.



O prefeito além de orientar os primeiros passos para a implantação da entidade e ainda deixar o corpo técnico da prefeitura à disposição para esclarecimentos, também fez questão de incentivar a iniciativa que nasce do voluntariado. “São iniciativas como esta, que nascem da abnegação de quem olha para a vida do próximo com verdadeiro interesse de ver o próximo se libertar das condições de vulnerabilidade é que faz a força transformadora de nossa cidade. Podem ter certeza que a união das pessoas faz toda a diferença”, disse o Prefeito.



Entenda



O programa Casa Rosa, é uma iniciativa de um grupo de mulheres com a participação atuante do Professor Luzimar e que busca a parceria com diversas organizações da sociedade civil para desenvolver as políticas públicas voltadas para a promoção dos direitos da mulher, com ênfase na atuação junto a mulheres em situação de vulnerabilidade.



Assim como ela vai atender as mulheres em situação de violência, ela também vai atuar na melhoria da vida de mulheres vítimas de vulnerabilidade social. “Pouca gente sabe, por exemplo que a Casa do Morador de Rua (Camor), de Andradina, na qual já atuei, aceita apenas pessoas do sexo masculino”, explicou Luzimar.

A Casa Rosa vai acolher as mulheres e desenvolver diversas atividades com o objetivo de promover o acesso a direitos básicos, como saúde, educação, para que possam recomeçar as suas vidas. Além disso serão oferecidos atendimentos psicológicos, jurídicos e de assistência social.

“Este projeto dará a oportunidade de que mulheres nessa situação sigam suas vidas com a ajuda necessária”, afirmou Luzimar


Veja Mais