Café e chá verde podem reduzir risco de mortalidade em diabéticos

Fonte: revistagalileu.globo.com, em12/11/2020

AULAS DE INGLÊS GRATUITA NO YOUTUBE: ASSISTA AGORA >>

Um estudo publicado na BMJ Open Diabetes Research & Care indica que o hábito de consumir chá verde e café está relacionado a um menor risco de mortalidade entre as pessoas com diabetes tipo 2, que têm maior propensão a sofrerem com problemas circulatórios, demência, câncer e fraturas ósseas.

Cientistas acompanharam a saúde de 4.923 japoneses (2.790 homens, 2.133 mulheres) com diabetes tipo 2 por pouco mais de cinco anos. Todos eles haviam sido inscritos no The Fukuoka Diabetes Registry, um estudo prospectivo multicêntrico que examina o efeito dos tratamentos com medicamentos e do estilo de vida na vida de pacientes que têm a doença crônica.

Os participantes da pesquisa, que tinham idade média de 66 anos, tiveram que responder a um questionário sobre 58 alimentos e bebidas. Nele, havia perguntas sobre a quantidade de chá verde e café que eles bebiam diariamente.

Os indivíduos também detalharam aspectos do seu estilo de vida – como a prática de atividade física, tabagismo, consumo de álcool e horas de sono –, tiveram altura, pressão arterial e peso medidos e forneceram amostras de sangue e urina.

Dentre os participantes, 607 não tomavam chá verde; 1.143 bebiam até uma xícara por dia; 1.384 consumiam de duas a três xícaras; e 1.784 bebiam quatro ou mais. 994 deles não tomavam café; 1.306 bebiam até uma xícara por dia; 963 consumiam uma xícara todos os dias; e 1.660 tomavam duas ou mais xícaras.

309 pessoas (218 homens, 91 mulheres) morreram ao longo do período de monitoramento. As principais causas de morte foram câncer (114) e doenças cardiovasculares (76).

Cientistas perceberam que, em comparação com aqueles que não consumiam nenhuma das bebidas, indivíduos que tomavam uma delas ou ambas pareciam ter menor chance de falecer por alguma condição de saúde. O consumo de até uma xícara de chá verde todos os dias foi associado a uma redução de até 15% no risco de mortalidade, beber de duas a três xícaras indicou uma redução de 27% e tomar quatro ou mais xícaras apontou para uma diminuição de 40%.

Já consumo diário de uma xícara de café foi associado a um risco de mortalidade 12% menor, enquanto tomar uma xícara por dia pareceu reduzir essa chance em 19%. Beber duas ou mais xícaras diariamente, por sua vez, indicou um risco de mortalidade 41% menor.


Veja Mais