Governo de Andradina percorre casas, comércio e igrejas para combater dengue, zika e chikungunya

Por Jamil e agentes conversam com moradores do Quinta , em29/12/2015

Promoção: Maquininha SumUp com frete grátis e 5% de desconto!

Da redação com Assessoria de Imprensa

Da redação com Assessoria de Imprensa

O Governo de Andradina iniciou nesta segunda-feira (28) mais uma frente de ação de combate ao mosquito Aedes Aegypti que além da dengue é transmissor da zika e chikungunya.

A partir do decreto de Estado de Emergência cerca de 300 funcionários públicos entre os de carreira, secretários e assessores participaram do mutirão, batendo palma de porta em porta para dialogar e vistoriar cada um dos imóveis com a finalidade de promover a conscientização e eliminar os criadouros.

A ação comandada pelo prefeito Jamil Ono (PT) e o vice-prefeito Dr. Charles Kobayashi (PSD), ocorreu no Quinta dos Castanheiras e Jardim Bela Vista na zona Leste, no Otávio Minholi e Dehira na zona Oeste e no centro comercial para conversar com os lojistas e vendedores simultaneamente.

O prefeito Jamil participou das visitas ao Quinta dos Castanheiras e conversou, junto com agentes de saúde e de endemias, com os moradores sobre a importância de cada um no combate ao aedes. No mesmo momento Dr. Charles fazia a conscientização no Otávio Minholi, enquanto a equipe também passava pelo centro comercial. Ao todo foram visitados 54 quarteirões.

A ação continua pela cidade até quarta-feira. Nesta terça-feira quem recebe as vistas são os moradores do Bairro Gasparelli e Parque São Gabriel.

“A proposta é mobilizar a população para que se crie o costume diário de vistoriar o próprio quintal. As pessoas estão sendo bem receptivas e entendo a importância para toda a população de manter a casa livre dos criadouros do mosquito”, explicou Jamil.

A grande novidade é a aplicação de um selo na residência, lojas e indústrias que forem visitadas e estiverem sem criadouro do mosquito Aedes Aegypti. “A partir dessa visita será colado o selo com os dizeres ‘Dengue Aqui Não: Esta Casa Está Livre de Criadouros da Dengue’, para a equipe da Secretaria de Saúde identificar os prédios visitados e fazer o acompanhamento”, explica o secretário da pasta, Ari Guimarães Soares.

 “Com toda a mídia e ações feitas ao longo de décadas a população sabe o que deve fazer para não ter o criadouro do mosquito Aedes Aegypti em casa, mas ainda precisa se habituar a agir diariamente para efetivar o combate e a ideia é levar essa mensagem a cada um dos andradinenses que o fato dele percorrer o próprio quintal deve se tornar um costume como trancar a porta ou portão para ter sua casa protegida”, comentou Ari.

Esta campanha do Governo de Andradina segue ao Andradina Limpa Contra a Dengue que promoveu a coleta de materiais inservíveis ao longo do ano nos bairros com mais casos de pessoas contaminadas pela dengue e as visitas das equipes das agentes de controle de endemias, a pulverização da rede de água pluvial com equipamento próprio do município e ações de conscientização diária nas escolas e eventos públicos, além das campanhas publicitárias nos meios de comunicação. O município mantém também o cultivo da planta Crotalária que é um combate natural por atrair os predadores do mosquito Aedes Aegypti.

“Já tínhamos uma preocupação grande com a dengue e agora estamos vendo notícias da proliferação da zika nos estados do nordeste do país a ponto de pedir para as mulheres não engravidarem neste período devido ao risco da criança nascer com microcefalia caso a mãe venha ser contaminada, porém estamos falando de algo que afeta as novas gerações e para fazermos nossa parte o trabalho tem que começar na nossa cidade, na casa de cada um dos andradinenses”, comentou Dr. Charles.

Veja Mais