Palestras com tema “Todos Pela Vida” marcam Setembro Amarelo

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em24/09/2019

Semana teve palestras com o Dr. Marcelo Zampelo, Dr. Júlio Galbes, Pr. Jetro Paiva, Dr. Thallew Caldato, Bianca Gomes e Caroline Esteves

MUDANÇAS DE HÁBITOS, VÍCIOS E SAÚDE: Hipnose Clínica: atendimento em Andradina (SP).

Com o tema “Todos Pela Vida”, na última quinta-feira (19) e sexta-feira (20), na Praça CEU das Artes aconteceram palestras com o Dr. Marcelo Zampelo, Dr. Júlio Galbes, Pr. Jetro Paiva, Dr. Thallew Caldato, Bianca Gomes e Caroline Esteves encerrando a semana de atividades em alusão a Campanha do Setembro Amarelo da Secretaria de Saúde e Higiene Pública do Governo de Andradina.

Seguindo as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), as principais orientações foram um alerta para a comunidade aprender a identificar os sinais no dia a dia como isolamento, mudanças marcantes de hábitos, perda de interesse por atividades de que gostava, descuido com aparência, piora do desempenho na escola ou no trabalho, alterações no sono e no apetite.

A prevenção é fator fundamental para reverter e garantir ajuda e atenção adequadas, como explicou a responsável pelo CAPS I, Maria José dos Santos Silva, a Zezé.“É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. O caminho é quebrar tabus e compartilhar informações. Esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para ações que contribuam para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade”, comentou.

A semana começou com palestras sobre “O que é suicídio? E qual a relação do suicídio com a saúde mental? Explorando todas as questões referentes aos mesmos”, conduzida pela Dra. Fernanda Ramos Serizawa, na segunda e terça. Na quarta, foi realizada a “III Caminhada Pela Vida” no centro da cidade.

O Setembro Amarelo foi instituído com o propósito de prevenir e reduzir o número de suicídios no país, além de alertar a população sobre esse problema. O dia 10 desse mês é celebrado oficialmente o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, mas a campanha acontece durante todo o ano, intensificando-se durante setembro.

No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).

De acordo com o CVV, a ideia é pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa. Ao longo dos últimos anos, escolas, universidades, entidades do setor público e privado e a população de forma geral se envolveram neste movimento que vai de norte a sul do Brasil.

“Todos podem ser divulgadores desta importante causa, participando das ações como usar um laço amarelo no peito o que já desperta atenção e contribui para a conscientização. A campanha é em setembro, mas falar sobre prevenção do suicídio em todos os meses do ano é fundamental”, comentou Zezé.



Compartilhar:

Veja Mais