Tamiko participa de inauguração do novo CAPS AD Regional

Fonte: Da redação com assessoria de imprensa, em08/10/2018

Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD Regional) é mantido através do Ciensp (Consórcio Municipal do Extremo Noroeste de São Paulo). Foto: Secom/Andradina

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: Dica de leitura: SCRUM: A arte de fazer o dobro de trabalho na metade do tempo. Compre agora!

A prefeita Tamiko Inoue, participou na manhã desta sexta-feira (05), da inauguração da nova unidade do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD Regional) que atende Andradina, Castilho, Guaraçaí, Murutinga do Sul, Lavínia, Nova Independência e Itapura através do Ciensp (Consórcio Municipal do Extremo Noroeste de São Paulo).

O CAPS AD foi implantado no município de Andradina em 2010, para o tratamento da dependência química. Atualmente a unidade conta com o total de 2.111 usuários dos sete municípios que compõem o consórcio.

A nova sede fica localizada na Rua Marechal Deodoro, 954 no centro de Andradina.“A unidade faz um importante trabalho de reintegração social e esse novo espaço vai proporcionar ainda mais um melhor acolhimento para a população”, comenta Tamiko.

Participaram também do ato, os prefeitos de Guaraçaí, Nelson Tanaka, e de Murutinga do Sul, Gilson Pimentel, que também é presidente do Ciensp, além da coordenadora da unidade, Silvia Adriana Rossini Pelho Murai e equipe.

O atendimento no CAPS AD se dá por meio de encaminhamento, ordens judiciais ou por livre procura e atua em parceria com outros setores do município, visando desta forma o trabalho em rede, são eles: Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), comunidades terapêuticas, Santa Casa (não há leitos voltados para internações), Unidades Básicas de Saúde, Centro de Referência e Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).

O secretário de Saúde e Higiene Pública do município de Andradina, Marcelo Gimenez, reintegra a importância dessa parceria. “São pacientes que precisam de uma atenção mais criteriosa, pois é preciso cuidar tanto do físico quanto do mental e o acolhimento correto é fundamental, por isso, a união de todos os setores é de extrema importância para o sucesso da unidade”, finaliza Gimenez.



Compartilhar:

Veja Mais