Governo de Andradina prepara a 2ª Festa das Nações

Fonte: Da redação com assessoria de imprensa, em03/10/2018

Reunião do evento que será realizado nos dias 9 e 10 de novembro na Praça Moura Andrad. Foto: Secom/Andradina

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: Dica de leitura: SCRUM: A arte de fazer o dobro de trabalho na metade do tempo. Compre agora!

A prefeita Tamiko Inoue e equipe de Governo realizou reunião para a organização da Festa das Nações, edição de 2018, que reúne comidas típicas de diversos países e entretenimento.

Segundo explica a prefeita, que estava ao lado dos membros das instituições, o evento será realizado nos dias 9 e 10 de novembro na Praça Antônio Joaquim de Moura Andrade. “O Governo de Andradina vai oferecer toda a infraestrutura para as entidades, nesta festa que está entrando para a tradição da cidade”.

Conforme destaca o secretário de Cultura, Fabrício Carvalho, participarão as seguintes entidades: Camor (Casa de Apoio ao Morador de Rua), Fundo Social de Solidariedade, Rotary’s Club, Lions Club, Asilo São Vicente de Paula, Apaar (associação Protetora dos Animais), Itesp (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo), Grupo das Mães que Oram da Igreja São Sebastião, Associação dos Assentados e Rapac (Rede Andradinense de Apoio ao Paciente com Câncer).

Serão comidas típicas da África, Alemanha, Arábia, Argentina, Brasil, China, Egito, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Índia, Japão, Paraguai, Portugal e Suíça. “A festa será com pratos típicos doces, salgados e bebidas que serão servidos pelas instituições”, explica a coordenadora de Cultura, Kamila Cangussu.

A população poderá aproveitar pães, espetinhos, biscoitos de polvilho, tapioca, bala baiana, minipizza, sorvete, tempurá, sushi, chipa, sopa paraguaia, crepe suíço, lanche de linguiça, pastéis, sucos chope, fatias húngaras e muito mais.

“Haverá também atrações artísticas locais, como a apresentação do Grupo de Viola Caipira Nego Viana, do Projeto Guri e a da Banda Nova Espécie”, completa a coordenadora de Política de Igualdade Racial, Marinalva Pereira.



Compartilhar:

Veja Mais