Tamiko assina convênio para viabilizar faculdades na área da saúde

Fonte: Da redação com assessoria de imprensa, em18/09/2018

Tamiko assina convênio com a Firb que visa à integração para as áreas da saúde com fins de ensino, extensão e pesquisa. Foto: Secom/Andradina

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: Dica de leitura: SCRUM: A arte de fazer o dobro de trabalho na metade do tempo. Compre agora!

A prefeita Tamiko Inoue assinou, na manhã desta terça-feira (18), o convênio e cooperação técnica com as Firb (Faculdades Integradas Rui Barbosa) que tem como mantenedora a Universidade Brasil.

Participou também do ato o vice-prefeito Pedro Bentivoglio (Pedrinho), o secretário de Saúde e Higiene Pública, Marcelo Gimenez, a secretária de Educação, Lucilene Novais, além do diretor administrativo das Firb, Murilo Mendes de Angelo.

Segundo explica Tamiko o convênio visa à integração para as áreas da saúde com fins de ensino, extensão e pesquisa, já que a Faculdade está em processo de abertura dos cursos de biomedicina, enfermagem, odontologia, psicologia e direito.

“Essas novas faculdades, além de atrair alunos para município, servem para ajudar a concretizar o sonho de muitas pessoas, que teriam que sair do Andradina para cursá-los”, comentou Tamiko.

O convênio prevê a utilização dos espaços, como todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Ambulatórios Médicos, Unidades de Pronto Atendimento mantidos pelo município.

Sendo assim, será garantida às práticas de estágios e aulas presenciais teóricas ambulatoriais desde a graduação, extensão universitária, pós-graduação, especialização, mestrado e doutorado.

Dentre as áreas estão pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia, obstetrícia, urgência e emergência, serviços de enfermagem, psicologia, fisioterapia, odontologia, terapia ocupacional, nutrição, primeiros socorros, entre outros.

Como contrapartida os alunos auxiliarão sem ônus a municipalidade nas respectivas áreas do conhecimento e práticas, como por exemplo, em consultas.

O termo passa a vigorar a partir da data de sua assinatura com vigência de dez anos, podendo ser prorrogado mediante manifestação das partes. A cooperação faz parte de uma das exigências do MEC (Ministério da Educação) para a inserção dos novos cursos.

Compartilhar:

Veja Mais