Projeto Vida Marinha leva conscientização ambiental aos alunos da escola Josepha no Benfica

Fonte: , em14/03/2018

Vida Marinha – crédito: Secom/Prefeitura

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: Seleção de Livros com no mínimo 30% Off - Impacto Saraiva

A prefeita Tamiko Inoue, juntamente com a secretária de Educação, Lucilene Novais dos Santos, foram conhecer de perto na manhã desta quarta-feira (14), o Projeto Vida Marinha Museu e Aquário “Cristina Portela” instalado dentro de um ônibus na EMEF Josepha de Jesus Carreira. A recepção foi feita pela vice-diretora da unidade, Kelly Regina Rufino Tavares.

Formatado como um laboratório móvel a exposição itinerante tem como objetivo promover e conscientizar a educação ambiental em relação à biodiversidade dos animais marinhos.

Todo o acervo empalhado é composto por tartarugas, cágados, tubarões, caramujos, polvo, água-viva, anêmonas, peixes, aves marinhas e até um esqueleto de um filhote de baleia é encontrado na mostra.

Tamiko enalteceu a oportunidade das crianças terem nessa atividade extraclasse o contato com os animais marinhos que fazem parte da fauna existente em nosso País ao mesmo tempo em que aprendem sobre a educação ambiental e a sustentabilidade.

“Toda interação e contato que esses pequenos passam a ter nessa fase é fundamental para a evolução pessoal e este projeto instiga a curiosidade com o aprendizado em um processo que com certeza cada um vai levar para toda a vida”, comentou a prefeita.

Segundo o biólogo, Roni Cezar Mendes, orientador do museu, todos os animais da mostra foram vítimas da pesca predatória principalmente com redes ou de acidentes ambientais como derramamentos de petróleo no mar. Nenhum dos animais do acervo foi morto ou adquirido em lojas de aquário.

“Com essa mostra buscamos criar a oportunidade dos alunos conhecerem de perto as espécies que compõe nosso bioma marítimo, principalmente aquilo que eles só teriam acesso pela televisão, internet ou fotos, ao mesmo tempo em que buscamos conscientizá-los da responsabilidade de cada um com a biodiversidade”, relatou o biólogo.

Compartilhar:

Veja Mais