Governo de Andradina anuncia investimentos de mais R$ 4 milhões no PAC2

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em22/12/2017

Reunião na cidade de São Carlos definiu a continuidade das obras. Foto: Divulgação/Prefeitura

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: Dica de leitura: SCRUM: A arte de fazer o dobro de trabalho na metade do tempo. Compre agora!

O Governo de Andradina anunciou, na manhã desta quinta-feira (21), a continuidade do PAC2, que são as obras mais importantes da história do município. Os novos investimentos estão na ordem de R$ 4 milhões.

As definições da reprogramação das obras aconteceram durante reunião, na tarde da última quarta (20), na cidade de São Carlos na sede da Engenharia e Comércio Bandeirantes Ltda., do Grupo Bandeirantes, empresa responsável pela obra, com a presença do assessor de Assuntos Estratégicos e ex-prefeito, Jamil Ono, do secretário de Obras e Infraestrutura, Ernaldo Calvoso, e dos assessores Eduardo Hara e Mauricio Kojo. Participou também o presidente da Bandeirantes, João Leopoldino.

Segundo explica o secretário de Obras, Ernaldo Calvoso, a nova fase autorizada pela prefeita Tamiko Inoue vai conter pavimentação de 10 trechos, além de obras na rede de drenagem em três regiões, com planilhamento a ser aprovado pela Caixa Econômica Federal.

Na região da Bacia da Bandeirante, serão ampliados os sistemas de drenagem e a pavimentação das ruas Espírito Santo, entre as ruas Marechal Deodoro e Humberto de Campos; da Humberto de Campos, entre a Espírito Santo e Piauí – desde o local até a Paulo Marin esquina com Mato Grosso.

Já na região do bairro Santa Cecília, além do sistema de drenagem, a pavimentação da Rua Presidente Dutra – entre a Padre Manuel de Nóbrega até a Avenida Bandeirantes e a rua Arco Verde – entre Bandeirantes e Cuiabá. Haverá também melhorias no trecho de galeria na Rua Josino Canoa entre a Guiomar Soares de Andrade e 7 de Setembro, no Jardim Europa.

“O PAC2 é uma obra grandiosa, fizemos mais de 32 km de asfalto e esses novos investimentos vêm para melhorar ainda mais a infraestrutura, especialmente da captação das águas pluviais”, comentou Ernaldo destacando que a previsão é que as obras se iniciem após os períodos de chuvas e tem expectativa de término em julho de 2018.

Compartilhar:

Veja Mais