Governo de Andradina e Rapac realizam Caminhada “Outubro Rosa”

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em23/10/2017

Caminha alerta mulheres quanto a prevenção e detecção precoce de patologias e principalmente sobre a importância do autoexame. Foto: Divulgação/Prefeitura

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: Dica de leitura: SCRUM: A arte de fazer o dobro de trabalho na metade do tempo. Compre agora!

A Secretaria de Saúde e Higiene Pública do Governo de Andradina em parceria com a Rapac (Rede Andradinense de Apoio ao Paciente com Câncer) realizou na manhã desta sexta-feira (20) uma caminhada, marcando a semana de intensificação da “Campanha Outubro Rosa”.

O objetivo da caminhada, que teve inicio na Praça Moura Andrade e seguiu pela rua Paes Leme até a Igreja Nossa Senhora das Graças, foi alertar as mulheres quanto a prevenção e detecção precoce de patologias e principalmente sobre a importância do autoexame.

Participaram do evento o secretário da Saúde e Higiene Pública, Marcelo Gimenez, o coordenador de Saúde Básica, Demilson Cordeiro, as agentes de saúde da área urbana e rural e de endemias, a educadora física Cristiane Verdi Boccato, a educadora de saúde, Eloá Pessoa e a equipe da Rapac.

“Esta semana preparamos as Unidades para chamar atenção das mulheres e alertá-las sobre a importância de se cuidar, do valor inenarrável do autoexame e de como o serviço de Saúde está a favor e ao lado delas, com as portas abertas durante todo o ano, nosso apelo é: cuidem-se”, disse o secretário da pasta, Gimenez.

Esta semana os postinhos realizaram triagens sorológicas para hepatite B e C, sífilis, HIV. Além do atendimento aos grupos prioritários: HPV e meningo C para as adolescentes de 09 a 13 anos; para fase adulta, o DPTA (para gestantes) e SCR, hepatite B, tétano (DT) e febre amarela. As idosas acima de 60 anos receberão também a imunização contra o influenza.

Além da caminhada outras práticas e ações complementares foram realizadas como atividades educativas em sala de espera da Unidade de Saúde; rodas de terapia comunitária integrativa e inclusão das mulheres em grupos de atividade física.

Compartilhar:

Veja Mais