Advogado retira placa de sinalização do chão e é levado à delegacia

Fonte: Da redação, em08/06/2016

Sinalização fica na esquina da Praça Euclides da Cunha (Foto: Guarda Municipal)

Um advogado teve de prestar esclarecimentos na polícia após retirar uma placa de sinalização de “proibido estacionar” nesta terça-feira (7) da Praça Euclides da Cunha, em Araçatuba (SP). De acordo com o boletim de ocorrência, o advogado disse que retirou a placa porque não concordava com a sinalização existente no local. As informações são do portal G1/TV Tem. 

Mas em entrevista ao G1 na manhã desta quarta-feira (8), o advogado de 53 anos, que não quis se identificar, disse que mora em frente à praça e como a rua é sentido único precisou parar por alguns minutos no local e pegar alguns documentos.

“Essa rua era mão única e por conta disso a prefeitura colocou a placa e também fizeram a pintura de sinalização no solo. Durante uma semana, o trânsito virou um caos e a prefeitura resolveu voltar ao que era antes. Eu parei por alguns segundos no local para pegar os documentos e quando voltei, a placa estava balançando e quase chegou a cair em cima do meu carro”, diz o advogado.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, a polícia recebeu informações repassadas pela Guarda Municipal de Araçatuba, que o advogado e um comerciante, de 37 anos, estavam transportando a placa de sinalização e que ela teria sido retirada da Praça Euclides da Cunha.

O advogado disse ainda que estava levando a placa até o galpão da prefeitura quando foi abordado pela Guarda Municipal. Segundo ele, a intenção era que a prefeitura tomasse alguma providência antes que a placa caísse e machucasse alguma pessoa no local. “Com receio de machucar alguém eu mesmo retirei a placa e estava levando até a prefeitura para que ela fosse trocada ou colocada de forma segura na praça”, comenta o advogado. Os dois suspeitos foram levados para delegacia onde prestaram depoimento à polícia e foram liberados. A placa de sinalização foi recolocada na praça por um funcionário do advogado.

Compartilhar:

Veja Mais