Cancelamento de horários de ônibus da Reunidas preocupa prefeitos da região

Fonte: da Redação com Assessoria de Imprensa, em05/03/2016

Jamil e prefeitos da região estiveram na Reunidas na manhã desta sexta-feira debatendo o cancelamento de dois horários de ônibus de Andradina a Araçatuba. Foto: Divulgação/Prefeitura

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: 10% OFF na sua primeira compra na Icabelos! (Clique e use no carrinho cupom BOASVINDAS10 - até 31/12)

Preocupados com o anúncio do cancelamento de dois horários no transporte de passageiros da linha entre Andradina a Araçatuba os prefeitos da região estiveram na empresa Reunidas Paulista na manhã desta sexta-feira (04), debatendo os motivos e medidas que possam minimizar o prejuízo aos usuários.

Serão extintas as viagens de 7h55 que sai de Araçatuba e passa por todos os municípios até Andradina e também do meio-dia que faz o sentido contrário, Andradina a Araçatuba.

Em agenda marcada pelo prefeito de Valparaíso, Marcos Higushi (PSDB), além do prefeito de Andradina, Jamil Ono (PT) que esteve acompanhado pelos secretários de Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana, Sinval Previatto, e de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, Hugo Zamboni, também participaram da reunião os prefeitos de Guararapes, Edenilson de Almeida, o Dede (PSDB), de Lavínia, Mário Yamashita (PSDB), de Rubiácea, Edmilson Baraldi, o Lalá (PSDB), e o de Bento de Abreu, Nivaldo Sonego (PTB).

Segundo a empresa Reunidas, que estava representada pelo gerente de logística, José Aparecido Fernandes, o gerente de vendas, Carlos Delazari Marquesi, e o advogado, Almir Spironelli Júnior, o cancelamento dos horários faz parte da readequação devido ao desequilíbrio econômico e financeiro.

Os prefeitos alegaram que a alteração vai afetar principalmente os trabalhadores e estudantes que contam com o ônibus nestes horários e conseguiram que o cancelamento previsto já para a próxima segunda-feira (07), fosse adiado por três semanas, até o dia 28.

“Com esse prazo os passageiros poderão se adequar, porém pretendemos aproveitar esse tempo para marcar uma reunião na Artesp para tentar suspender o cancelamento desses horários que afetará diretamente os trabalhadores e estudantes”, comentou o prefeito Jamil. A Artesp é a agência que regula os serviços públicos de transporte dentro do Estado de São Paulo.

Para Sinval, a alteração acarretará em um maior fluxo de veículos na rodovia Marechal Rondon (SP-300), já que a tendência é que os passageiros que dependem dos ônibus nos horários a serem extintos deverão utilizar motocicletas ou automóveis para continuarem cumprindo o compromisso diário.

“Quanto maior o número de veículos mais atenção é necessária com relação a acidentes, principalmente porque esses passageiros usuários do transporte coletivo estão costumeiramente na relaxar e até a dormir enquanto chegam ao destino e com o cancelamento dos horários dos ônibus eles passarão a ser motoristas”, comentou o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana do Governo de Andradina.

Já para Zamboni, a medida pode acarretar em desemprego já que muitos trabalhadores podem não possuir veículo ou o gasto com o transporte não compensar com o ganho.

“Diante dos preços dos combustíveis aliado a pedágios e desgaste do veículo o custo da viagem pode não compensar dependendo do salário, isso no caso do trabalhador. Para o estudante, que ainda está em busca de uma formação para entrar no mercado de trabalho, a situação se agrava ainda mais, porque com certeza o gasto total vai subir muito e pode provocar o abandono do curso”, relatou.

A reunião com a Artesp será articulada via Amensp (Associação dos Municípios do Extremo Noroeste do Estado de São Paulo).

 

Foto – reunião Reunidas – crédito: Secom/Prefeitura

 

Legenda – Jamil e prefeitos da região estiveram na Reunidas na manhã desta sexta-feira debatendo o cancelamento de dois horários de ônibus de Andradina a Araçatuba

Compartilhar:

Veja Mais