“Sou o único que já pescou bomba”, diz homem que achou dinamite em rio

Fonte: Da redação, em13/04/2015

Pescador encontrou dinamite no meio do rio Tietê durante pescaria (Foto: Reprodução / TV TEM)

Parece história de pescador, mas essa é verdadeira: um homem encontrou uma dinamite no meio do rio Tietê durante uma pescaria neste fim de semana em Itapura (SP), cidade com cinco mil habitantes no interior de São Paulo.  “Fui o único que já pescou uma bomba, mas não foi nada engraçado. Quando eu estava indo embora, fui retirar a âncora e veio o artefato. Quando eu vi que se tratava de algo explosivo, estava escrito, chamei a polícia”, conta o pescador Mauricio Akio Arai. As informações são do portal G1/TV Tem. 

Com medo da dinamite explodir, o pescador deixou o material em uma rua proxima à margem e chamou a polícia. Para desativar o explosivo, o grupo de ações táticas especiais foi acionado. Depois de avaliado, o material foi encaminhado para uma área afastada e detonado.

Muitos moradores ficaram com medo dos estragos que a dinamite poderia causar. Segundo os policiais que participaram da operação, o material encontrado pelo pescador é usado em pedreiras e também para explodir caixas eletrônicos.

Dependendo do estado, pode trazer muitos riscos para quem estiver por perto. “É um produto controlado e considerado perigoso. O material manuseado de maneira incorreta pode causar explosão, danos e morte a quem estiver por perto”, explica o sargento Edson Luiz Ruiz.

Ainda não é possível saber por que o explosivo estava no fundo do rio. A polícia trabalha com a hipótese de a dinamite ter sido usada em demolições de pontes no rio. “Nós verificamos que o explosivo tinha um número de série. Agora vamos contatar o exercito para apurar a origem da bomba e tentar descobrir se tem ou não haver com a prática de crimes”, explica o delegado Miguel da Rocha.

Compartilhar:

Veja Mais