Uso irregular de trator rende ação contra prefeito

Fonte: Da redação, em21/03/2015

O prefeito de Lavínia, Mário Hiroshi Yamashita (PSDB). Foto: Divulgação

O prefeito de Lavínia, Mário Hiroshi Yamashita (PSDB), e o ex-chefe do Executivo do município Salvador Cazuo Matsunaka (PSDB), atualmente diretor executivo da Prefeitura, são acusados pelo Ministério Público de improbidade administrativa pelo uso indevido de maquinário da administração municipal para realizar serviço particular para munícipe, que também é réu no processo.  As informações são da Folha da Região de Araçatuba.

A Promotoria de Justiça de Mirandópolis pede a condenação dos três às penas previstas pela infração, que são a suspensão dos direitos políticos, a perda função pública que estiverem ocupando, o pagamento de multa civil, a devolução do prejuízo causado ao erário, se houver, e a proibição de contratar com o poder público.

De acordo com o segundo promotor de Justiça de Mirandópolis, Paulo Roberto Ferreira Fortes, no dia 14 de janeiro deste ano, por volta das 16h, o munícipe utilizou para serviços particulares uma retroescavadeira, de propriedade da Prefeitura de Lavínia, operada por servidor público.

RESPOSTA

 A reportagem tentou entrar em contato com Yamashita ligando em sua casa, mas foi informada de que ele estava em viagem a Araçatuba e que não era possível fornecer seu telefone celular. Já Matsunaka informou à Folha da Região que foi notificado da ação. Ele contou que o munícipe solicitou o serviço para o descarregamento de cerca de cinco mil quilos de adubo em sua propriedade, pagando uma taxa de R$ 102,00 para isso.

Compartilhar:

Veja Mais