Casal e filha de 12 anos de Guaraçái morrem após colisão

Fonte: Da redação, em07/03/2015

Foto: reprodução

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: 10% OFF na sua primeira compra na Icabelos! (Clique e use no carrinho cupom BOASVINDAS10 - até 31/12)

Três pessoas da mesma família morreram em um grave acidente na tarde de sábado (6), na rodovia Deputado Roberto Rollemberg (SP-461), em Brejo Alegre. Eles foram sepultados na cidade de Guaraçaí.  As informações são da Folha da Região de Araçatuba. 

Conforme as informações da Polícia Rodoviária, Antônio Augusto de Souza, de 35 anos, conduzia um veículo GM Monza quando, na altura do quilômetro 41 da pista, o carro foi atingido na lateral por uma caminhonete S-10, com placas de Birigui e que era guiada por um rapaz de 28 anos que, segundo a polícia, não tinha habilitação.

Souza estava atravessando a rodovia para entrar em um posto que fica na beira da estrada quando ocorreu a colisão. A manobra, segundo a polícia, foi irregular. A esposa do condutor Juliana Aparecida Rocha de Souza, de 32 anos, morreu no local.

Já Souza e uma de suas filhas, Tainá Beatriz de Souza, de 12, chegaram a ser socorridos, porém não resistiram aos ferimentos. Um bebê de cinco meses e uma menina de oito anos, que também estavam no Monza, sofreram ferimentos leves. Eles receberam atendimento médico e foram liberados para a avó materna.

APREENSÃO
O motorista da caminhonete também se feriu. Como ele não tinha habilitação, o veículo foi apreendido e ele passou pelo teste do bafômetro para ver se tinha consumido alguma bebida alcoólica, porém o resultado deu negativo.

O trecho ficou interditado até o IC (Instituto de Criminalística) realizar os exames que apontarão as causas do acidente. Os laudos devem sair em até 30 dias. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

A família residia em Avaré e há pouco tempo mudou-se para Guaraçaí, onde Souza passou a trabalhar na concessionária ViaRondon, que administra o trecho da rodovia Marechal Rondon (SP-300) de Bauru a Castilho.

FUNERAL
Os corpos das vítimas foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba, onde passariam por exames necroscópicos, sendo liberados para os familiares realizarem o velório, que aconteceria em uma igreja de Guaraçaí. 

Em seguida, os corpos seriam levados para Piraju (SP), onde residem os pais de Juliana, e serão sepultados nesta segunda-feira (8), a partir das 10h, no cemitério municipal.

Compartilhar:

Veja Mais