Polícia encontra 3º carro que teria sido usado em assalto a carro-forte

Fonte: Da redação, em07/03/2015

Carro foi encontrado em rua de Lavínia (Foto: Roni Willer/Paparazzi News/Reprodução TV Tem)

Os policiais que investigam o assalto a um carro-forte realizado na manhã desta quinta-feira (4), na Rodovia Marechal Rondon, no trecho de Castilho (SP), encontraram na manhã desta sexta-feira (5) um terceiro carro que teria sido usado pelos assaltantes na ação. As informações são do portal G1/TV Tem.

O carro de luxo foi encontrado abandonado no município de Lavínia (SP), que fica a cerca de 70 quilômetros de Castilho (SP). O veículo tinha dois buracos no vidro traseiro, assim como o carro encontrado na tarde desta quinta-feira, e placas de São Paulo. O buraco no vidro foi usado para que os assaltantes pudessem atirar no carro-forte de dentro do veículo.

Segundo informações, cerca de 20 homens participaram da ação e, ninguém foi preso ainda. A polícia continua fazendo buscas em toda a região para tentar encontrar a quadrilha.  A ação dos bandidos foi coordenada. Para evitar que outros veículos se aproximassem, os ladrões renderam um caminhoneiro e fizeram-no atravessar um caminhão na rodovia, para fechar o trânsito na pista. O carro-forte foi bloqueado e começou a ser atingido por tiros.

Os criminosos ameaçaram explodir o veículo e fizeram os quatro funcionários deitarem no canteiro central da rodovia.

Com explosivos, eles derrubaram as portas do veículo e retiraram o dinheiro, fugindo em dois carros, encontrados depois de alguns minutos, em uma estrada de terra próxima ao local. A quantia levada na ação ainda não foi divulgada.

As câmeras de segurança de um pedágio registraram a ação dos criminosos. Na imagem, é possível ver que vários caminhões e um ônibus pararam na rodovia por conta do assalto. As imagens não foram cedidas à imprensa.

Em nota, a Protege informou que nenhum funcionário foi ferido e que está prestando todas as informações solicitadas pela Polícia para o esclarecimento do caso. “A empresa ressalta que, para não atrapalhar as investigações da Polícia, não fornecerá informações adicionais acerca da ocorrência”, finaliza.

Compartilhar:

Veja Mais