Índice Firjan coloca Andradina entre as cidades mais bem administradas do país

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em04/11/2019

Tamiko consegue nota máxima no item IFGF Autonomia

MUDANÇAS DE HÁBITOS, VÍCIOS E SAÚDE: Hipnose Clínica: atendimento em Andradina (SP).

A gestão da prefeita Tamiko Inoue entre as melhores do Brasil. O Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) 2019, que tem como base os dados fiscais oficiais de 2018, divulgada nesta última quinta-feira (31) mostra que o Governo Andradina está entre a elite de 26,1% que tem uma situação boa ou de excelência.

Realizado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), o estudo avaliou o desempenho econômico de 5.337 cidades brasileiras. Andradina tem uma boa gestão refletindo o trabalho de administração responsável do Governo Municipal.

O IFGF é uma análise do Sistema Firjan que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de 5 mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego e Renda, Educação e Saúde. É composto por IFGF Autonomia, IFGF Gastos com Pessoal, IFGF Liquidez e IFGF Investimentos.

O destaque fica para a Autonomia, que verifica a relação entre as receitas oriundas da atividade econômica do município e os custos para manutenção da estrutura administrativa. Neste item Andradina tem nota máxima de excelência (1,0).

Andradina vai na contramão do cenário brasileiro, já que o indicador Autonomia apresentou o pior desempenho nesta edição entre as cidades do Brasil. Segundo explica a prefeita Tamiko Inoue o controle de contas está fazendo Andradina manter um ritmo acelerado de crescimento e investimentos.

“Aplicamos na educação e na saúde mais do que o exigido pela LRF, porque entendemos estas duas áreas como base. O controle de gasto com pessoal nos permite fazer novos concursos investir na qualificação de nosso funcionalismo, tudo isso, sem perder o poder de investimento em infraestrutura”, explica Tamiko.

A população de Andradina vem ganhando em qualidade de vida e emprego. Recentemente os moradores locais contaram com a geração de 100 empregos diretos pelo SuperAtacado Leve Mais, Pague Menos e de 300 novas vagas pela JBS/Friboi. A empresa MultMudas Brasil (antigas instalações da Eucalipto Brasil) também gerou 150 empregos diretos.


Compartilhar:

Veja Mais