Curso de capacitação de projetos do Governo Federal atrai público de toda região em Andradina

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em06/06/2019

Curso foi uma parceria da SEPPIR (Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) com o Governo de Andradina

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: O milagre da manhã com super desconto!

A cidade de Andradina foi sede de um importante curso de Capacitação em Políticas de Promoção da Igualdade Racial no auditório da Praça do CEU das Artes no bairro Benfica, nesta última terça e quarta-feira (05).

O encontro foi promovido pelo Governo de Andradina por meio da Secretaria de Promoção a Cidadania e Direitos Humanos e a Coordenadoria de Promoção à Igualdade Racial em parceria com a SEPPIR (Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do Governo Federal.

O vice-prefeito, Pedro Bentivoglio (Pedrinho), participou da abertura. “É gratificante para o Governo Municipal receber e promover treinamentos que trazem políticas de transformação. Como a prefeita Tamiko sempre diz: o desenvolvimento tem que acontecer de forma ordenada, com sustentabilidade e com ações igualitárias, e trabalhamos para isso”.

Ministrado pelo consultor Dr. Felipe Fontana, com o objetivo de sensibilizar gestores públicos e a sociedade civil para a importância das ações relacionadas ao tema, o curso com duração de 14 horas e com direito a certificação pela SEPPIR, reuniu representantes e autoridades de cidades de toda região entre elas Pereira Barreto e Araçatuba.

“Esta capacitação é fundamental para a valorização e principalmente a implementação de políticas públicas específicas da temática étnico-racial junto a membros de instituições e também à sociedade civil”, comentou Dr. Felipe.

O secretário de Direitos Humanos de Andradina, Fabrício Carvalho falou da oportunidade de se reforçar o empoderamento de pessoas da própria comunidade. “A maioria dos participantes deste curso são da sociedade civil e já trabalham ou desenvolvem projetos junto à comunidade. Para esse público o Governo Federal tem verbas específicas e muitas dúvidas foram esclarecidas com esse curso. Uma verdadeira semente de empreendedorismo foi plantada”, comentou.

A coordenadora municipal de Promoção à Igualdade Racial, Marinalva Pereira da Silva, explicou as etapas do curso. “Fomos levados a nos aprofundar na história do povo afrodescendente e suas consequências. A conhecer a estrutura organizacional da SEPPIR e ao conjunto de possibilidades, conceitos, ferramentas e metodologias para à partir de agora, estabelecer um diálogo crítico e propositivo que resultem na concretização de ações necessárias para cada localidade”, disse.

Marinalva destacou ainda que a formação tem um efeito prático bem evidente. “As pessoas estão atrás de recursos, o Governo quer trazer recursos para os municípios, mas esbarram na dificuldade técnica. Por isso, a formação nesse curso foi tão importante”.

Felipe Fontana

É cientista social - bacharel (2010) e licenciado (2017) - formado pelo Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Maringá (DCS-UEM), mestre em Ciências Sociais (2013) pelo Programa de pós-graduação em Ciências Sociais desta mesma instituição (PGC-UEM) e Doutor em Ciência Política (2017) pelo Programa de pós-graduação em Ciência Política da Universidade Federal de São Carlos (PPG-POL/UFSCar). Ainda no campo profissional, resguarda experiência: 1) na organização, regulamentação e implementação de políticas públicas ligadas à urbanidade e questões sociais (Observatório das Metrópoles, núcleo região metropolitana de Maringá); 2) capacitação de conselheiros e gestores preocupados com em desenvolver políticas públicas sociais e assistência social (MDS-CAPACITASUAS); 3) capacitação de conselheiros e gestores atrelados ao desenvolvimento e à implementação local de políticas públicas de promoção da igualdade racial (MDH, SEPPIR-SINAPIR, ONU-PNUD).

Compartilhar:

Veja Mais