Diretos Humanos do Governo de Andradina comemora Dia do Idoso

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em07/10/2017

Idosos participam de atividades que comemoram também o nascimento do Estatuto do Idoso. Foto: Divulgação/Prefeitura

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: 10% OFF na sua primeira compra na Icabelos! (Clique e use no carrinho cupom BOASVINDAS10 - até 31/12)

O Dia do Idoso (1º de outubro) foi comemorado em Andradina com diversas ações uma delas promovida pela Secretaria de Promoção a Cidadania e Direitos Humanos do Governo Municipal que realizou um café da manhã para pessoas da melhor idade da cidade.

A prefeita Tamiko Inoue participou do encontro, nesta quinta-feira (05), que aconteceu na Secretaria de Direitos Humanos localizada na Praça José Vieira (Praça do Stella Maris) onde foi recepcionada pelas coordenadoras de Política para Idosos, Mirtes Kobayashi e de Igualdade Racial, Marinalva Pereira.

“Honra, respeito e gratidão são algumas palavras que definem a emoção de poder prestigiar momentos com pessoas da melhor idade, especialmente pelo dia em que marca a criação do Estatuto do Idoso que nós que estamos servindo a população neste período, mantemos com muito rigor. Desejamos muita saúde, paz e alegrias a todos os idosos de Andradina e região”, disse Tamiko.

O ato contou com a presença do Grupo Conviver coordenados pelo Dr. Charles Kobayashi que apresentou cuidados e atividades físicas específicas para os idosos além da importância da alimentação correta que garantem mais qualidade de vida e longevidade.

Vale lembrar que o Dia do Idoso (pessoa que possui idade igual ou superior a 60 anos) comemorado no dia 1º de outubro marca nascimento da Lei N°10.741 (Estatuto do Idoso). É fundamental reforçar a importância da proteção a esse público e para reavaliarmos nossa atitude com relação aos idosos. O aumento da expectativa de vida no Brasil, que hoje ultrapassa os 71 anos de idade, representa um desafio para toda a sociedade, que deve criar formas de amparar melhor os idosos. O estatuto estabeleceu direitos aos idosos, como a prioridade em alguns serviços e a garantia de acesso à saúde, alimentação, educação, cultura, lazer e trabalho.

Compartilhar:

Veja Mais