Trânsito em Araçatuba terá radar para sinal vermelho e lombadas eletrônicas

Fonte: Da redação com Assessoria de Imprensa, em22/06/2015

Veículos não estão respeitando sinalização em Araçatuba (Foto: Reprodução / TV TEM )

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: O milagre da manhã com super desconto!

O número de multas a motoristas que não respeitam o sinal vermelho nos semáforos aumentou em Araçatuba (SP). Só neste ano, foram quase 2 mil infrações deste tipo na cidade que, em relação ao mesmo período do ano passado, aumentaram quase 300%. As informações são do portal G1/TV Tem.

A Polícia Militar e a Guarda Municipal têm reforçado as fiscalizações já que o município está sem radares fixos. Um dos pontos mais movimentados de Araçatuba que liga o centro a região norte, a Avenida dos Araçás, teve muitos flagrantes registrados.

Tanta infração resultou no aumento do número de multas aplicadas pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal. Em 2014, de janeiro a maio, 532 motoristas foram multados; no mesmo período em 2015, foram quase 1.986 multas.

Para o tenente da Polícia Militar Adriano Henrique de Carvalho, o que falta é disciplina. "As vezes é a pressa do cotidiano das pessoas. Elas acabam querendo ganhar tempo neste sentido, porém se envolvem em acidentes de transito, tendo consequências traumáticas", explica o tenente.

Os motoristas insistem em dar prioridade à pressa. O pedestre sabe que muitos motoristas não respeitam o momento de atravessar a rua.  A aposentada Marlene Alves, mesmo com o sinal vermelho para os carros, permanece atenta. "No sinal vermelho, eu espero e olho para ver se nenhum carro está vindo, porque eles não respeitam os pedestres.

A fiscalização para os motoristas deve ficar ainda mais rígida. Segundo o chefe administrativo da Secretaria de Mobilidade Urbana de Araçatuba, Edson Olímpio, radares fixos devem voltar a reforçar a fiscalização no trânsito nos próximos meses. "Há um processo de licitação em aberto para a contratação de 10 radares de avanço de sinal, duas lombadas eletrônicas e dois estáticos. Com a chegada desses equipamentos o número de infrações pode diminuir", afirmou Olímpio. 

Compartilhar:

Veja Mais