Mirandópolis reduz vazão de água para evitar novo racionamento

Fonte: Folha da Região, em22/10/2014

MUDANÇAS DE HÁBITOS, VÍCIOS E SAÚDE: Hipnose Clínica: atendimento em Andradina (SP).


 Para evitar que os moradores sejam submetidos a um novo racionamento, o Saaem (Serviço  Autônomo de Água e Esgoto de Mirandópolis) diminuiu recentemente a vazão de água das duas represas do município. Com a medida, o líquido chega com menor força às torneiras de aproximadamente 27 mil moradores, reduzindo o consumo em 50 litros por habitante diariamente, o que representa queda de 25%. 

  Devido à escassez de chuvas, o nível dos reservatórios caiu, fazendo com que a autarquia realizasse racionamento durante 11 dias - entre o fim de setembro e o começo de outubro deste ano -, deixando a população sem o fornecimento das 11h às 17h. As chuvas que caíram no fim de setembro, somando 123 milímetros, fizeram com que o nível voltasse ao normal, suspendendo a medida.Porém, segundo o diretor-executivo do Saaem, José Felício Albano, não está descartada a possibilidade de novo racionamento este ano. Para tentar evitar que isso aconteça, foi reduzida a pressão da rede. 

  "Fechamos parcialmente o registro para diminuir a pressão e estamos fazendo as previsões a lápis, porque podemos mudar se não chover", informou. Baseado em consultas diárias a sites meteorológicos, ele acredita que deve chover no fim deste mês. 

REVEZAMENTO
Albano contou que os reservatórios estão operando com 50% da capacidade, que é de 165 metros cúbicos por hora. O total é de 330. Mesmo assim, está sendo feito o revezamento da captação entre as barragens Santa Helena e São Lourenço. "Um dia captamos de uma; no outro, da outra. É uma forma de garantir que haja água 24 horas por dia para a população", explicou.

Compartilhar:

Veja Mais