Empresário é preso em Araçatuba suspeito de torturar enteada de 2 anos

Fonte: Da redação, em07/03/2015

Empresário é preso em Araçatuba suspeito de tortura enteada de 2 anos (Foto: Reprodução/TV TEM)

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: O milagre da manhã com super desconto!

Um empresário de 35 anos foi preso na noite desta sexta-feira (26), em Araçatuba (SP), suspeito de torturar e guardar material pornográfico da enteada, de 2 anos. Segundo a Polícia Civil, a menina estava na casa do empresário Maurício Moraes Scaranello, em um condomínio de luxo da cidade, trancada sozinha em um quarto. A mãe, de 21 anos, que também estava no imóvel, negou saber sobre a tortura contra a filha, informou a polícia. As informações são do portal G1/TV Tem,

De acordo com o delegado Benildo da Rocha, responsável pelo caso, uma denúncia anônima informou à polícia sobre o crime. Com mandado de busca, os policiais foram até a casa do empresário e fizeram a prisão.

Ainda conforme o delegado, a denúncia era de que o suspeito usava cola de forte aderência para prender o órgão genital da menina no chão. "Ele teria colado ela no chão para ficar sentada, porque a criança seria hiperativa", diz o delegado. A menina foi levada ao Instituto Médico Legal (IML), onde foi constatado resíduo químico nas partes genitais, além de marca queimadura por produto químico, explicou Benildo.

A polícia também encontrou no celular do empresário fotos da região genital da menina e um vídeo em que ele tortura psicologicamente a enteada, impedindo-a de dormir. "No vídeo, dá para ver a criança com muito sono e ele gritando, não deixando a dormir. Ele dava risada", comenta o delegado. O suspeito foi preso em flagrante por tortura e por manter fotos de criança nua, informou a Polícia Civil.

O G1 tentou entrar em contato com o advogado do empresário, mas não conseguiu. Conforme o delegado, o empresário será levado para a cadeia de Penápolis (SP) e pode pegar até oito anos de prisão. A criança foi entregue para a mãe.

Compartilhar:

Veja Mais