Corpo de pescador é encontrado em represa após 2 dias de buscas em Ilha Solteira

Fonte: Da redação, em26/05/2014

Adilson Pereira Rodovalho morava em Selvíria (MS); corpo foi encontrado perto de usina de Ilha Solteira

MUDANÇAS DE HÁBITOS, VÍCIOS E SAÚDE: Hipnose Clínica: atendimento em Andradina (SP).

Após dois dias de buscas, o Corpo de Bombeiros de Ilha Solteira e Aparecida do Taboado (MS) encontraram no início da tarde de sábado (24) o corpo do pescador Adilson Pereira Rodovalho, de 40 anos, boiando na represa da usina hidrelétrica de Ilha Solteira. O cadáver estava na superfície a aproximadamente 150 metros de onde teria se afogado. Ele estava desaparecido desde a manhã de quinta-feira (22). As informações são da Folha da Região de Araçatuba.

O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado por volta das 11h de quinta-feira por um amigo de Rodovalho. O homem, que não teve os dados informados, disse aos bombeiros que ele e a vítima estavam pescando próximo a pedras no rio Paraná, quando a eclusa da usina abriu e o nível da água começou a subir. 

Apavorado, Rodovalho teria tentado nadar até a margem, mas se afogou. De acordo com os bombeiros, a pesca no local é proibida. 

BUSCAS
As buscas pelo pescador começaram no fim da manhã de quinta-feira (22). O mesmo ocorreu na sexta (23). O trabalho foi realizado por quatro mergulhadores. A partir das 6h de sábado, os bombeiros iniciaram as buscas na superfície do rio até por volta das 12h, quando encontraram o cadáver boiando a cerca de 150 metros do local em que estava pescando. 

Depois da retirada, o corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) da cidade, onde foi submetido a exame necroscópico e, na sequência, liberado aos familiares para a realização do sepultamento. Rodovalho morava com a família no município de Selvíria (MS). 

Compartilhar:

Veja Mais