Justiça decreta prisão preventiva de idoso que teve pênis cortado

Fonte: Da redação, em14/05/2014

LEITOR ANDRAVIRTUAL TEM DESCONTO ESPECIAL: O milagre da manhã com super desconto!

A Justiça decretou a prisão preventiva do idoso de 67 anos suspeito de estupro contra uma criança de três anos em Severínia (SP).  Ele foi encontrado amarrado e com o pênis cortado no último dia 5, em um canavial da cidade. A agressão contra a criança teria ocorrido um dia antes, no domingo (4), em uma chácara onde ele era caseiro. As informações são do portal G1/TV Tem. 

 

A delegada da Mulher, Maria Teresa Vendramel, concluiu o inquérito que investiga o estupro nesta terça-feira (13) e determinou a prisão do idoso, que deixou o hospital há poucos dias. Ele será encaminhado para a cadeia de Severínia nesta quarta-feira (14).

 

Os policiais tentam identificar o autor da agressão, que pode ser punido pelo crime de lesão corporal gravíssima. O delegado responsável pelas investigações, Marcelo Pupo de Paula, acredita que os dois casos - o suposto estupro e a agressão contra o idoso - podem estar ligados.  “É um fato bastante raro de acontecer na região, e acredito que os dois casos estejam ligados também, mas é prematuro afirmar, por isso, estamos investigando”, diz o delegado.

 

Relembre o caso

Menos de 24 horas depois do suposto crime de estupro contra a criança, o caseiro foi encontrado na estrada que liga Cajobi (SP) a Severínia. Ele estava com as mãos e os pés amarrados e, ao lado dele, havia uma sacola plástica, com o órgão genital dele cortado.

 

O homem foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento de Olímpia (SP) e depois encaminhado para a Santa Casa de Barretos (SP), onde os médicos tentaram reimplantar o pênis. Segundo nota da Santa Casa de Barretos, a cirurgia de religação do pênis não foi possível. O homem também teve três dedos cortados, e fará cirurgia para tentar reconstruir a mão.

 

Durante a investigação, ficou provado que o acusado, de 67 anos, foi o autor do crime. Por isso, a Justiça decretou a prisão preventiva dele.

Compartilhar:

Veja Mais